A União Europeia e a China concluíram um acordo de investimento

EUROPA (TOP) – A União Europeia e a China concluíram nesta quarta-feira (30) as negociações de um acordo de investimentos. A informação foi confirmada pelos líderes da China e Europa em uma videoconferência à CRI.

Após 35 sessões de negociação durante os últimos sete anos, as duas potências econômicas fecharam o acordo no final de 2020 conforme o planejado. "Tudo está bem quando acaba bem." Embora o processo não tenha sido fácil, a conclusão do acordo foi um resultado dos esforços conjuntos das duas partes.

O conteúdo do acordo ainda não foi publicado. Há vários países apreensivos sobre o nível de abertura da China nos setores de finanças, energia, telecomunicações e veículos elétricos e de novas energias.

A ampliação de abertura entre a China e a Europa beneficiará as empresas dos dois países. Para entrar no mercado europeu, as empresas chinesas elevarão os padrões em termos de produção verde, transparência nas licitações de projetos e atendimento às exigências do mercado europeu. Ao mesmo tempo, os padrões industriais e regras regulatórias da UE, que representam o nível mais avançado no mundo, promoverão a transformação e atualização das empresas chinesas e melhorarão sua competitividade internacional.

O acordo é uma boa notícia para os defensores do multilateralismo. O especialista do Groupo Rhodium, Noah Barkin, comentou que a União Europeia emitiu um sinal claro de que a UE seguirá o seu próprio caminho na questão da China.

Bruno Pereira*

Correspondente The Oe-Kusi Post em Portugal e Europa.

Bruno Pereira
Author: Bruno PereiraEmail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

PUBLISIDADE

Online Counter